Nosso livro, não o lerei mais



Por Mychelle Santos


De todas as histórias que escrevi em minha vida, a nossa foi a mais longa. Cheio de capítulos escritos ao longo dos nossos encontros e desencontros, o livro que escrevia agora teve fim. Ou talvez já tivesse tido e eu teimosa, martirizava minha pobre alma relendo todas aquelas palavras que guardava em minha memória, as cenas que no álbum do meu peito, fazia questão de revirar. 

Não sei se o defino como romance, comédia ou mesmo tragédia. 

Os momentos de afetos e carícias, as vezes mesclados de risos frouxos e demorados, foram por você um dia assassinados. E olha meus diversos papéis, de mocinha, passei a juíza, advogada de acusação e defesa, acabei sendo aquela que morria no final. Morria, aos poucos, por dentro, depois de várias vezes achar que podia sobreviver, ou quem sabe sobrevivermos. 

Os capítulos que pareciam ser os últimos, sempre davam um jeito e burlava a página do fim, e lá se vinha um novo capítulo a ser escrito. Sabia sempre como iria acabar, no entanto ansiava escrever, na tentativa de que nossa história pudesse ter um novo desfecho. 

Pobre escritora iludida me tornei, o tão sonhado best-seller não passaria de mais uma obra mal sucedida, arruinada, sem nem mesmo você, o personagem principal, o leu. 

Mas sabe, você não será mais o único, também eu não mais o lerei, e sabe por quê? Porque não existe mais. Junto com o que eu sentia e guardava, toda uma história se foi. 

Ah, antes que pergunte, não deixei de escrever, só que agora no meu novo livro, não terá mais você. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.